Quinta-feira, 8 de Julho de 2004

* oferta e sacrificio*

AnneGeddes146.jpg

Algum tempo atrás li uma história que ficou gravada indelevelmente em minha mente.

Uma senhora que vivia tentando por muitos anos ter um filho, viu seu sonho realizado.
Recebeu dos braços da enfermeira um lindo bebê.
Porém, qual não foi a sua surpresa quando notou que a criança havia nascido sem orelhas.
Preocupada, perguntou ao médico se o menino tinha perfeita audição.
Um exame foi realizado e ficou constatado que o aparelho auditivo era normal.
A mãe, conformada, levou o filho para casa. Seu amor não diminuiu pela criança, mas à medida que esta crescia observava o tratamento que outras crianças lhe davam.
Com freqüência seu filho voltava para casa chorando! Isso era como uma punhalada a ferir e magoar o coração daquela mãe.
Consultou o médico, novamente perguntando se algo poderia ser feito pelo filho. O doutor revelou que se encontrassem alguém que doasse um par de orelhas, poderiam tentar um implante quando o rapaz chegasse aos 21 anos.
Os anos se passaram e um dia os pais revelaram a alvissareira notícia de que tinham encontrado alguém para doar as orelhas.
A operação foi realizada com grande êxito. Qual não era a satisfação e a alegria daquela mãe ao contemplar o jovem, olhando-se no espelho e dizendo:
- Veja, mãe, sou agora como todos os outros rapazes. Voltava-se então, para sua mãe e lhe perguntava:
- Mamãe, quem foi que me doou este par de orelhas?
- Ah! Meu filho, agora não podemos revelar-lhe ma um dia irá saber.
Passaram-se os anos e o jovem casou-se e teve filhos, todos normais.
Certa feita, ocorreu uma das grandes tristezas deste mundo: havia perdido sua mãe.
Na sala funerária, pai e filho, olham pela última vez o corpo inerte, gélido, daquela senhora tão bondosa. Depois que todos saíram, o pai diz ao filho:
- Meu filho, venha comigo despedir-nos de sua mãe.
Ambos se aproximaram do esquife e ali pela última vez o filho contemplou sua querida mãe.
De repente, para surpresa daquele filho, o pai puxa de lado os longos cabelos negros de sua esposa e o filho observa, pela primeira vez que sua mãe não tinha mais orelhas.

Esta é a grande dimensão do Amor! Oferta! Sacrifício!

publicado por guida-mr às 10:52
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Cyrilito a 8 de Julho de 2004 às 22:41
O amor que temos pelas pessoas reflecta-se pelas acçoes k fazemos...mas muita gente não vê isto..:|


De lua_sol1 a 8 de Julho de 2004 às 17:48
Vou dizer-te uma coisa, a meu ver para se ser amigo não é preciso conhecer a pessoa, reconhecemos os amigos pelos seus actos. Penso eu... Gostei muito deta tua história, só uma mãe é capaz de tal acto, mas muitas vezes os filhos não compreendem isso. Penso que tu deves ser uma boa menina que entende o amor de mãe. Beijinhos para ti.


De sofia_ana a 8 de Julho de 2004 às 15:20
Adorei este post, acho que está fantástico. Acredita que quando o li os meus olhos ficaram com lágrimas, porque só quem é mãe compreende o amor que se tem por um filho.
Jinhos


De Luis a 8 de Julho de 2004 às 11:48
Gostei. É o meu género. Voltarei. Convido-te tb a visitar o http://fenix.blogs.sapo.pt Até breve


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
31


.posts recentes

. De volta

. o tomás

. o 1º casamento que o tomá...

. ...

. feliz natal

. ...

. TOMÁS JA NASCEU!!!!!!

. Tomás está quase nascendo...

. vale a pena ver ....

. 37 semanas e va va va toc...

.arquivos

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds